REPOSITORIO PUCSP Monografias Lato Sensu (Especialização e MBA) Monografias Lato Sensu (em Processamento)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/29935
Tipo: Monografia de Especialização
Título: Judiciário & imprensa: a relação entre a assessoria de comunicação do TRF3 e os órgãos de imprensa
Autor(es): Campos, Wellington Luiz de
Primeiro Orientador: Silveira, Santamaria Nogueira
Resumo: O presente trabalho de Especialização em Jornalismo Institucional se propõe a analisar o relacionamento entre os jornalistas de redação e os profissionais que trabalham nas assessorias de imprensa de órgãos públicos do Judiciário, especificamente na Assessoria de Comunicação do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3). O objetivo é apresentar o trabalho de comunicação desenvolvido no maior Tribunal Federal do país em número de processos, e verificar como os profissionais deste setor estão interagindo, no órgão que assessoram, com os jornalistas que trabalham na mídia, focando justamente na complexidade da interlocução de duas instituições com lógicas e dinâmicas diferentes. Qual o grau de contradição e os elementos decisivos na relação entre assessores de comunicação de órgãos públicos e jornalistas que trabalham em redação de imprensa? A hipótese deste estudo é a de que as dificuldades de interlocução são de grande magnitude, e não meramente circunstanciais. Para tanto, realizou-se pesquisa bibliográfica, mesclando referências de autores contemporâneos e de pesquisadores tradicionais sobre o tema, bem como entrevistas com jornalistas especializados na cobertura do Poder Judiciário
Abstract: This monograph for specialization in Institutional Journalism outlines the relationship between journalists and press advisors who work in the press offices of public institutions of the Judiciary, especially in TRF3, a federal court in the State of São Paulo, in Brazil. The goal is to present the work of communication developed in the largest Federal Court in Brazil in number of processes and see how the professionals are interacting, in the organ assisted by them, with the journalists working in the media, focusing on the complexity of the dialogue of two institutions with different logics and dynamics. What degree of contradiction, and the decisive elements in the relationship between press advisor of public organizations and journalists working in newsrooms? The hypothesis of this study is that the difficulties of dialogue are of great magnitude and not merely circumstantial. For this, literature search was performed, mixing references from contemporary authors and researches on the traditional theme; in addition, six interviews were conducted with journalists specialized in the coverage of the Judiciary
Palavras-chave: Assessoria de comunicação
Poder judiciário
Jornalismo
Relacionamento assessor de imprensa/ jornalista
Communication advisor
Judiciary
Journalism
Relations between press officer
Journalist
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Especialização em Comunicação Jornalística
Citação: Campos, Wellington Luiz de. Judiciário & imprensa: a relação entre a assessoria de comunicação do TRF3 e os órgãos de imprensa. 2013. Monografia de Especialização (Especialização em Comunicação Jornalística) - Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/29935
Data do documento: 1-Ago-2013
Aparece nas coleções:Monografias Lato Sensu (em Processamento)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
WELLINGTON LUIZ DE CAMPOS.pdf957,56 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.