REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24255
Tipo: Tese
Título: Por uma poética do nonsense literário: um percurso de Edward Lear à Qorpo-Santo
Autor(es): Granato, Fernanda Marques
Primeiro Orientador: Bastazin, Vera Lúcia
Resumo: A partir de estudos da obra de Edward Lear, esta pesquisa tem por objetivo verificar como os elementos de composição do gênero nonsense se recompõem antropofagicamente de maneira a ampliar e consolidar o conceito no contexto da literatura brasileira, nos escritos de Qorpo-Santo. A relevância da proposta se coloca, em primeiro lugar, pelo fato da fortuna crítica sobre a produção de Qorpo-Santo, a despeito de sua importância no cenário literário brasileiro, ser constituída, ainda hoje, por um número reduzido de pesquisas que tenham levado em consideração, a possibilidade de ser expressão exemplar do nonsense. Em segundo lugar, considera-se que, exceto no artigo de Ávila (2009), os autores tenham sido considerados em perspectiva comparatista, apesar de suas obras trazerem marcas instigantes para uma possível aproximação, alimentando reflexões sobre a construção e as características próprias do nonsense. Para isso, caracterizamos o gênero nonsense, considerando A book of nonsense (1846), de Edward Lear, e Ensiqlopèdia ou seis mezes de huma enfermidade (1868-1873), de José Joaquim de Campos Leão, ou Qorpo-Santo. Neste trabalho, desconstruímos cada excerto selecionado e abrimos espaço para nos debruçarmos sobre os textos com o olhar do nonsense, olhar esse que nos permite compreender o amontoado de eventos, o aparecimento e desaparecimento de personagens sem lógica aparente, as notas de rodapé curiosas e mesmo a sua tentativa de seguir à risca a estrutura das peças à época, com atos, quadros e cenas, que trazem elementos nonsense. Explicitamos a importância de Edward Lear, considerado ícone do nonsense, para evidenciar a relevância de Qorpo-Santo e os elementos nonsense que permitem aproximá-los no corpus da pesquisa. A obra de Qorpo-Santo, ao transgredir os códigos da linguagem teatral, propõe a hibridização de gêneros ao misturar crônicas, biografias e peças de teatro e promover o rompimento do que se tem como literário. O livro ilustrado e a relação palavra-imagem também são abordados a partir de Nikolajeva (2011), em especial no tocante às ilustrações de Edward Lear. Em termos de fundamentação teórica, baseamo-nos na mimese aristotélica, no conceito de nonsense de Sewell (1952), Tigges (1987) e Stewart (1978), no conceito de paradoxo de puro devir e de lógica do sentido de Deleuze (1969), no conceito de oposição de Ogden (1932), nos conceitos de Lecercle (1994), nos movimentos de vanguarda de acordo com Pereira (2007), na antropofagia de Oswald de Andrade (2010), no livro ilustrado de Linden (2011), no moderno teatro de Qorpo-Santo, por Leda Martins (1991) e no panorama do teatro brasileiro, de Sábato Magaldi (1962). Com relação à metodologia de pesquisa, nossa perspectiva segue os preceitos propostos pelo formalismo russo (em especial Jakobson, Tynianov e Chklovski); a linguística geral de Saussure (1916) e seu estruturalismo; a filosofia da linguagem de Deleuze e o new criticism de I. A. Richards (1929), com a close reading aliada à realização da leitura das obras à luz de concepções teóricas, filosóficas, linguísticas e estético-criativas que partem necessariamente dos textos. A análise da estrutura de cada uma das obras ocorre em etapas, considerando a macro e a microestrutura, as personagens e os gêneros, que culminam na construção de um modelo do nonsense. Por meio da consideração em perspectiva comparatista de ambas as obras, demonstramos como o nonsense de Edward Lear pode ser uma chave interpretativa da obra de Qorpo-Santo
Abstract: This research has as its main aim to verify how the compositional elements that shape literary nonsense as a genre, as proposed in the works of Edward Lear, are recomposed in such a way that it is possible to broaden and consolidate the concept of nonsense in the context of Brazilian literature, in the works of Qorpo-Santo. The significance of this proposal lies in the first place in the fact that few previous researches about the works of Qorpo-Santo, despite his importance in the Brazilian literary landscape, have been undertaken about Qorpo-Santo and nonsense (Dirce Waltrick do Amarante, Myriam Ávila, Maria Clara Gonçalves). In the second place, we consider the fact that, apart from one paper by Myriam Ávila, Edward Lear and Qorpo-Santo haven’t been studied before in a comparative perspective in a study of this scale, in spite of their works having elements that point to a possible comparison, fostering reflections about its creation and the characteristics of nonsense. For that, we have characterized the nonsense genre stemming from the works that compose the corpus of this research, A book of nonsense (1846), de Edward Lear, e Ensiqlopèdia ou seis mezes de huma enfermidade (1868-1873), de José Joaquim de Campos Leão, ou Qorpo-Santo. In this thesis, we deconstruct each and every excerpt, play, poem selected for analysis so that we make room to consider Qorpo-Santo’s writings under the guise of nonsense, a look that allows us to understand the pile of events, the appearance and disappearance of characters without any apparent logic, or even Qorpo-Santo’s attempt at following to the letter the play structure of the time, with acts, tableaux and scenes, all of which bring nonsense elements. We emphasize the importance of Edward Lear’s works, considered the father of nonsense literature, by also highlighting the relevancy of Qorpo- Santo and the nonsense elements that allow us to bring closer together the two works. Qorpo-Santo’s works, by transgressing the codes of drama, proposes the hybridization of genres by mixing together poetry, drama and aphorisms and promoting the rupture of preconceived notions of literary. The matter of the picture book and of the relationship between word and image, brought to light by Nikolajeva (2011) is also brought forth, regarding Edward Lear’s illustrations, emphasizing the matters of cooperation between word and image and how they shape Lear’s nonsense. With regards to theoretical background, we have based our analysis and our findings in Aristotle’s mimesis, in the nonsense concept developed by Sewell (1952), Tigges (1987) and Stewart (1978), in the concept of paradox of pure becoming and of logic of sense by Deleuze (1969), in Ogden’s concept of opposition (1932), in the concepts of philosophy of nonsense of Lecercle (1994), in the picture book by Linden (2011), in the modern theatre of Qorpo-Santo by Leda Martins (1991) and in the panorama of Brazilian theatre by Sábato Magaldi (1962). Regarding the research methodology, our perspective follows the precepts of the Russian formalists (in particular Jakobson, Tinianov and Chklovski), Saussure’s linguistics (1916) and his structuralism, Deleuze’s philosophy of language and of logic of sense (1969) and I. A. Richards’ new criticism (1929) with the close reading coupled with the analytical reading of the excerpts in light of the theoretical, philosophical and aesthetic-criticism concepts that stem necessarily from the writings that figure in our research material. The structural analysis of each of the works is divided in stages, considering the analysis of the micro and macro structure, the characters, the structure, the genres, the rhyme which all culminate in the creation of a model of analysis for what we understand as nonsense. By means of this comparative analysis, we demonstrate that Edward Lear’s nonsense might be a key to unlock Qorpo-Santo’s works
Palavras-chave: Qorpo Santo
Edward Lear
Teatro
Qorpo Santo
Edward Lear
Theatre
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Granato, Fernanda Marques. Por uma poética do nonsense literário: um percurso de Edward Lear à Qorpo-Santo. 2021. Tese (Doutorado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24255
Data do documento: 30-Jun-2021
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fernanda Marques Granato.pdf
  Restricted Access
8,81 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.