REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24210
Tipo: Dissertação
Título: A mulher na transição menopausal: autopercepção das mudanças físicas, emocionais e sociais
Título(s) alternativo(s): Women in the menopausal transition: self-perception of physical, emotional and social changes
Autor(es): Busetti, Karen Priscila Pereira
Primeiro Orientador: Sampaio Neto, Luiz Ferraz de
Resumo: Introdução: A transição menopausal é uma fase fisiológica da vida da mulher, entre o período reprodutivo e a menopausa. O quadro clínico compreende os sintomas vasomotores, geniturinários, distúrbios do sono, depressão. Ela não corresponde apenas a um fenômeno fisiológico de esgotamento folicular causado pelo hipoestrogenismo progressivo. Mais do que isso, sua percepção será influenciada por fatores de ordem política, econômica, comportamental, sociocultural e ambiental. O conhecimento prévio sobre o que acontece na transição menopausal e após a menopausa, bem como a prática de vida saudável pode reduzir a sintomatologia e modular a maneira como a mulher enfrenta esta fase. Objetivo: Buscamos avaliar a autopercepção da sintomatologia da transição menopausal e pós-menopausal das profissionais de saúde e como esta repercutiu em sua vida, no âmbito físico, emocional, relacionamentos interpessoais, comportamento social, laboral e cultural. Método: Tratou-se de um estudo transversal quantitativo e qualitativo que avaliou a percepção subjetiva desta fase de vida, sua sintomatologia. Os sujeitos da pesquisa foram formados por grupo de funcionárias do setor de enfermagem/administrativas do Conjunto Hospitalar de Sorocaba na transição menopausal e na pós-menopausa. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUC/SP, foi desenvolvido e validado o instrumento de pesquisa (Questionário semiestruturado). Neste trabalho, escolheu-se o atendimento e acompanhamento ginecológico dos profissionais de enfermagem, incluindo-se na pesquisa 24 pacientes que preencheram os critérios estabelecidos. Ocorreram entrevistas individuais nas quais as falas foram gravadas e posteriormente transcritas. A partir do material obtido por intermédio de questionários respondidos optou-se pela estratégia metodológica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) que foi o referencial como instrumento de organização e análise das entrevistas e questões qualitativas. Resultados: O perfil das pacientes foi compatível com quadro de climatério, as temáticas detectadas nos referidos discursos foram distribuídas da seguinte forma: (1) a autopercepção dos sintomas; (2) a influência do relacionamento pessoal, familiar, social e profissional; (3) as expectativas em relação a Saúde e estratégias de Educação em Saúde. Conclusão: Encontramos elevado índice de comorbidades nesta população (95,8%); na esfera emocional notou-se o medo do envelhecimento acompanhado do sentimento de constrangimento dos sintomas, igualmente houve sentimento de perda da feminilidade. A despeito dos participantes desta casuística serem profissionais da área da saúde, seus discursos e posicionamentos não diferiram do que os autores descrevem para a população geral
Abstract: Introduction: The menopausal transition is a physiological phase of a woman's life, between the reproductive period and the menopause. The clinical picture comprises hot flushes, genitourinary symptoms, sleep disorders, depression. It does not correspond only to a physiological phenomenon of follicular exhaustion caused by progressive hypoestrogenism. Moreover, its perception will be influenced by political, economic, behavioral, socio-cultural and environmental factors. Prior knowledge about what happens during the menopausal transition and after menopause, as well as the practice of healthy living can reduce symptoms and modulate the way women face this phase. Objective: We sought to evaluate the self-perception of the symptoms of the menopausal and post-menopausal transition of health professionals and how it affects their lives, in the physical, emotional, interpersonal relationships, social, work and cultural behavior. Method: a cross-sectional quantitative and qualitative study that assessed the subjective perception of this stage of life and symptoms. The research subjects were a group of employees from the nursing / administrative sector of the Conjunto Hospitalar de Sorocaba in the menopausal transition and in the postmenopause. The research was approved by the Comitê de Ética e Pesquisa da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUC / SP, the research instrument was developed and validated (semi-structured questionnaire). This work included 24 subjects who met inclusion criteria getting care and gynecological monitoring of nursing professionals. Individual interviews were recorded and later transcribed. From the material obtained through answered questionnaires, the methodological strategy of the Discourse of the Collective Subject was chosen, which was the reference as an instrument for organizing and analyzing the interviews and qualitative questions. Results: The profile of the patients was compatible with climacteric conditions, the themes detected in the referred speeches were distributed as follows: (1) selfperception of symptoms;(2) the influence of personal, family, social and professional relationships;(3) expectations regarding Health and Health Education strategies. Conclusion: We found a high rate of comorbidities in this population (95.8%); in the emotional sphere there was a fear of aging accompanied by the feeling of embarrassment of the symptoms, there was also a feeling of loss of femininity. Despite the participants in this series were health professionals, their speeches and positions did not differ from what the authors describe for the general population
Palavras-chave: Climatério
Menopausa
Mulheres - Saúde e higiene
Climacteric
Menopause
Women - Health and hygiene
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Citação: Busetti, Karen Priscila Pereira. A mulher na transição menopausal: autopercepção das mudanças físicas, emocionais e sociais. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação nas Profissões da Saúde) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2020.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24210
Data do documento: 8-Mai-2020
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Karen Priscila Pereira Busetti.pdf2,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.