REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/23653
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorTosta, Lion Santiago-
dc.contributor.advisor1Cardoso, Elisabeth-
dc.date.accessioned2021-08-06T12:29:56Z-
dc.date.issued2021-05-25-
dc.identifier.citationTosta, Lion Santiago. O tempo-espaço em Ismália: o livro-objeto como aparelho técnico. 2021. 121 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/23653-
dc.description.resumoEsta dissertação tem como objetivo analisar o tempo e o espaço em Ismália, de Odilon Moraes e Alphonsus de Guimaraes (2006). Compreende-se que a localização e a interpretação destes elementos contribuem para a crítica acerca do livro-objeto e, consequentemente, permitem observá-lo e configurá-lo como um aparelho técnico da pós-modernidade. Para traçar este percurso, escolhe-se o livro Ismália por ser este um livro-objeto que articula as linguagens com eximia eficiência. Para tecer a análise do corpus, mobiliza-se o conceito de tempo do Kairós, a partir do pensamento de Giorgio Agamben (2016), e o conceito do método de montagem na perspectiva de Georges Didi-Huberman (2017, 2018), ambos alicerçados e embasado na interseção do pensamento de Walter Benjamin. Em ressonância, pretende-se compreender como o livro-objeto em sua experimentação de linguagem (Agamben, 2018 e Palo, 2019), deflagram a passagem para uma zona limiar (Benjamin, 2007 e Behrens, 2010) onde a Voz pode ser acessada (Agamben, 2006 e Palo), o que possibilita compreender o corpus literário desta pesquisa como um aparelho técnico (Flusser, 2008, 2018), também são mobilizados autores e críticos do livro (Mellot 2012) e do livro-objeto (Coats, 2008 e Linden, 2001), além da fortuna crítica do poema e do livro analisado na dissertação (O’hara, 2014 e Navas e Ramos, 2020). O objetivo desta pesquisa é expandir a compreensão crítica acerca do conceito de livro-objeto, apontando como a experimentação de linguagem articulada em Ismália ampliam o pensamento da análise do livro-objeto como um aparelho técnico capaz de promover uma efetiva transformação estética na literaturapor
dc.description.abstractThe aim of this dissertation is to analyze the time and space in Ismália, by Odilon Moraes and Alphonsus de Guimaraes (2006), understanding that the location and interpretation of these aspects contribute to the criticism about the book-object and, consequently, allows it to be observed and configures it as a technical apparatus of post- modernity. The book Ismália was chosen to trace this path because it is an book-object that articulates languages with great efficiency. To weave the corpus analysis, we mobilize the concept of time Kairós, based on the studies of Giorgio Agamben (2016), and the concept of the method of montage in the perspective of Georges Didi-Huberman (2017, 2018), both founded and based on the intersection of Walter Benjamin’s thoughts. In the same direction, it is intended to understand how the book-object, in its language experimentation (Agamben, 2018 and Palo, 2019), sparks a passage to a threshold zone (Benjamin, 2007 and Behrens, 2010) where the Voice can be accessed (Agamben, 2006 and Palo), which makes it possible to understand the literary corpus of this research as a technical apparatus (Flusser, 2008, 2018). Authors and critics of the book (Mellot 2012) and the book-object (Coats, 2008 and Linden, 2001), are also mobilized, in addition to the critical fortune of the poem and the book analyzed in the dissertation (O’hara, 2014 and Navas e Ramos, 2020). The objective of this research is to expand the critical understanding about the concept of book-object, pointing out how the experimentation of articulated language in Ismália amplifies the thought of the analysis of the book-object as a technical apparatus capable of promoting an effective aesthetic transformation in literatureeng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/53754/Lion%20Santiago%20Tosta.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentFaculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artespor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literáriapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectLivro-objetopor
dc.subjectGuimaraens, Alphonsus de [1870-1921]por
dc.subjectMoraes, Odilonpor
dc.subjectBook-objecteng
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADApor
dc.titleO tempo-espaço em Ismália: o livro-objeto como aparelho técnicopor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lion Santiago Tosta.pdf1,73 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.