REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/21370
Tipo: Tese
Título: Um olhar sobre as escolas localizadas no campo do município de Humaitá (Sul do Amazonas): em busca da justiça curricular
Autor(es): Franco, Zilda Gláucia Elias
Primeiro Orientador: Ponce, Branca Jurema
Resumo: Esta tese, intitulada Um olhar sobre as escolas localizadas no campo do Município de Humaitá (Sul do Amazonas): em busca da justiça curricular, buscou construir compreensões coletivas sobre a prática curricular no diálogo com professores e gestores das escolas localizadas no campo e com os gestores da rede do Município de Humaitá - Sul do Amazonas, à luz do conceito de justiça curricular. O estudo, vinculado à Linha de Pesquisa Políticas Públicas e Reformas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo da PUC/SP, foi elaborado no contexto das pesquisas do Grupo de Educação e Pesquisa em Justiça Curricular (GEPEJUC) do CNPq-PUC/SP e adotou como referencial teórico a proposta de Educação do Campo a partir dos conceitos de Caldart (1997, 2008, 2009), Caldart et al. (2012), Souza (2012, 2016a, 2016b), Freire (1977, 1983, 2001, 2002), Arroyo (1982, 1999a, 2006, 2011, 2012), e da justiça curricular por meio das contribuições dos estudiosos do currículo (APPLE, 1989, 2017; TORRES SANTOMÉ, 2013; GIMENO SACRISTÁN, 2000; ARROYO, 1999b, 2007, 2011, 2012; PONCE, 2006, 2016, 2018; CONNELL, 1995; ESTÊVÃO, 2002, 2004), que fundamentaram o diálogo com o material recolhido na pesquisa de campo. Optou-se pela metodologia da investigação participativa em sua articulação com a educação a partir de Thiollent (2011), Chizzotti (2013), Diniz-Pereira e Zeichner (2011), Brandão e Streck (2006) e Brandão (1999). A proposta metodológica concretizou-se com a parceria da equipe da Secretaria de Educação Municipal de Humaitá - AM, com 186 educadores da Educação do Campo distribuídos entre as 58 escolas, pais e educandos. Foram feitas análises de documentos, entrevistas semiestruturadas, momentos programados com os educadores de reflexão-ação, realização de visitas às comunidades. Buscou-se realizar escutas sensíveis das vozes dos sujeitos que constituíram o campo da pesquisa em busca de compreensão da realidade. O estudo identificou que o modelo de educação praticado nas escolas é rural, oferece um currículo que visa “transportar” o contexto urbano para as escolas do campo, a começar pelo calendário escolar até o modelo pedagógico, que desconhece, em sua ação e proposição, as características e as necessidades das comunidades, assim como a de seus sujeitos. Na tessitura desta pesquisa, pôde-se compreender que a construção da justiça curricular é processual, é enfrentamento cotidiano das contradições e pressupõe a ascensão da conscientização no processo educativo. No caso de Humaitá (AM), poderá dar-se a partir da afirmação da concepção e da prática da Educação do Campo, entendendo que a justiça curricular caminha na direção da superação das desigualdades e do respeito às diversidades. O conhecimento produzido a partir da prática desta pesquisa participativa pretende contribuir com a educação do povo humaitaense, de forma a valorizar seu modo de vida, seus saberes e seu valor cultural na construção da sua identidade
Abstract: This thesis, entitled A look at schools located in the Municipality of Humaitá (Southern Amazonas): in search of curricular justice, sought to build collective understandings about curricular practice in dialogue with teachers and managers of schools located in the field and with the managers of the network of the Municipality of Humaitá - Souther Amazonas, in the light of the concept of curricular justice. The study, linked to the Research Line Public Policies and Educational Reforms of the Postgraduate Program in Education: Curriculum of PUC/SP, was elaborated in the context of the research of the Group of Education and Research in Curricular Justice (GEPEJUC) of CNPq-PUC / SP and adopted as theoretical framework the proposal of Field Education from the concepts of Caldart (1997, 2008, 2009), Caldart et al. (2012), Souza (2012, 2016a, 2016b), Freire (1977, 1983, 2001, 2002), Arroyo (1982, 1999a, 2006, 2011, 2012), and curricular justice through the contributions of curriculum scholars (APPLE, 1989, 2017; TORRES SANTOMÉ, 2013; GIMENO SACRISTÁN, 2000; ARROYO, 1999b, 2007, 2011, 2012; PONCE, 2006, 2016, 2018; CONNELL, 1995; ESTÊVÃO, 2002, 2004), which grounded the dialogue with the material collected in the field research. We chose the methodology of participatory investigation in its articulation with education from Thiollent (2011), Chizzotti (2013), Diniz-Pereira and Zeichner (2011), Brandão and Streck (2006) and Brandão (1999). The methodological proposal materialized with the collaboration of the team of the Municipal Education Secretariat of Humaitá-AM, with 186 educators of the Field Education distributed among 58 schools, parents and students. We analyzed documents, semi-structured interviews, action-reflection scheduled moments with educators, and visits to the communities were carried out. We sought to make sensitive listening of the voices of the subjects that constituted the field of research in order to understand the reality. The study identified that the model of education practiced in schools is rural, it offers a curriculum that aims to ‘transport’ the urban context to the field schools, starting with the school calendar to the pedagogical model, which does not know, in its action and proposition, the characteristics and the needs of the communities, as well as of their subjects. In the context of this research, it was possible to understand that the construction of curricular justice is procedural, it is a daily confrontation of contradictions and presupposes the rise of awareness in the educational process. In the case of Humaitá (AM), it can be based on the affirmation of the conception and practice of Field Education, understanding that curricular justice is moving towards overcoming inequalities and respect for diversity. The knowledge produced from the practice of this participatory research aims to contribute to the education of the people from Humaita, in order to value their way of life, their knowledge and their cultural value in the construction of their identity
Palavras-chave: Educação rural - Currículos
Escolas rurais - Humaita, AM
Humaita, AM - Condições sociais
Education, Rural - Curricula
Rural schools - Humaitá (Amazonas, Brazil)
Humaitá (Amazonas, Brazil) - Social conditions
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Franco, Zilda Gláucia Elias. Um olhar sobre as escolas localizadas no campo do município de Humaitá (Sul do Amazonas): em busca da justiça curricular. 2018. 205 f. Tese (Doutorado em Educação: Currículo) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21370
Data do documento: 3-Ago-2018
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Zilda Gláucia Elias Franco.pdf5,35 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.