REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/16967
Tipo: Dissertação
Título: Adoção homoparental e infância: uma análise da mídia
Autor(es): Temperini, Carlos Augusto Teixeira
Primeiro Orientador: Sandoval, Salvador
Resumo: RESUMO Nesta dissertação objetiva-se descrever e interpretar conteúdos sobre adoção homoparental e infância, captados nas peças jornalísticas da Folha de S. Paulo Online (Folha.com), publicadas entre os anos 2000 e 2011, a fim de compreender a construção social da infância e o debate acerca da adoção homoparental. A hipótese da pesquisa é de que a construção do problema social - adoção homoparental e infância - poderão estar subordinadas a relações de dominação. A publicação do tema no maior jornal do país multiplica, através das formas simbólicas, relações de poder. O arcabouço teórico foi construído à luz das teorias de ideologia de John B. Thompson (2009) e dos estudos sociais sobre a infância. Para análise das peças jornalísticas, utilizou-se a hermenêutica de profundidade e análise de conteúdo de Bardin (1977). Elegeram-se como universo da pesquisa, 245 peças jornalísticas entre os anos 2000 e 2011, sobre a discussão da adoção homoparental e infância. Para compor o corpus selecionamos as peças jornalísticas que apresentaram conteúdo do contexto nacional e, por último, foram selecionadas 16 peças jornalísticas que retrataram casos de adoção homoparental. Os resultados apresentam o tema adoção homoparental sendo discutido nas peças jornalísticas como tema secundário, diluído na discussão da Nova Lei de Adoção, bem como na união civil de casais homossexuais. Observou-se, ainda, que a adoção está intimamente ligada ao direito de constituir família questão esta que o jornal não problematizou no âmbito dos direitos das crianças e tampouco no âmbito dos direitos dos homossexuais. O tratamento dado às questões da adoção homoparental foi mais polemizada do que problematizada, ofuscando os direitos das crianças e adolescentes. Examinando à luz dos princípios éticos, o discurso da Folha de S. Paulo sobre adoção homoparental e infância desconsidera o bem estar dos personagens nele apresentados, podendo ser considerado ideológico, uma vez que contribui para a estigmatização das crianças e homossexuais, sustentando relações de dominação
Abstract: The aim of this study is describe and interpret subjects about homoparental adoption and childhood which could be found in Folha de S. Paulo online newspaper, published between the years of 2000 and 2011, to comprehend the social construction of childhood and debate about homoparental adoption. The study hypothesis is that the construction of social problems is subordinated by domination relationship. The theme publishment in the biggest Brazilian newspaper multiplies, through symbolic forms, relations of power. The theory structure of this study was built by ideology studies of John B. Thompson (2009) and social studies about childhood. To analyze the newspaper was used deep hermeneutic and content analysis of Bardin (1977). Elected as the universe of this study 245 newspaper articles between the years of 2000 and 2011, about homoparental adoption and childhood. To compose the corpus of this study was selected newspaper articles that show national content. At least, was selected 16 articles that portray cases of homoparental adoption. The results introduce the homoparental adoption theme being debated in the newspaper articles as a secondary theme, diluted in the new discussions of adoption law, such as the homosexual civil union. Observed, yet, that adoption is directly connected to the right of build a family the newspaper didn´t discussed this issue in the range of children´s rights either homosexual´s rights. The treatment given to the homoparental adoptions questions was much more polemized than discussed, obfuscating childrens and teenager s rights. Examinating the ethical principle, the speech by Folha de S. Paulo about homoparental adoption and childhood disregard the well-being of the characters presented, might be consider ideological once it contributes to stigmatization of children and homossexuals, supporting relations of domination
Palavras-chave: Adoção homoparental
Infância
Mídia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Psicologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Temperini, Carlos Augusto Teixeira. Adoção homoparental e infância: uma análise da mídia. 2012. 188 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16967
Data do documento: 20-Abr-2012
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Carlos Augusto Teixeira Temperini.pdf1,79 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.