REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/956
Tipo: Dissertação
Título: Taxa cambial no Brasil e suas relações: algumas evidências macroeconômicas e financeiras
Autor(es): Vanícola, Cássia Regina
Primeiro Orientador: Famá, Rubens
Resumo: A taxa cambial corresponde a um dos principais preços de uma economia, por vários efeitos que tem a capacidade de provocar: efeitos sobre as transações correntes de um país, efeitos sobre a política monetária, efeitos sobre o crescimento econômico e efeitos sobre as decisões empresariais. O objetivo desta pesquisa é o de investigar fatores de relevância para os movimentos do preço da moeda nacional Real com relação ao Dólar dos Estados Unidos da América, para o período da amostra, selecionando variáveis macroeconômicas e financeiras relevantes e testando-as empiricamente. Primeiramente, são descritas as bases teóricas relevantes à evolução do tema, bem como breve histórico do mercado cambial mundial e brasileiro. Nessa fase do estudo opta-se por trabalhar com as variáveis: diferencial de juros, prêmio de risco país - EMBI, investimento direto estrangeiro - IDE, produto interno bruto - PIB, Ibovespa e Dow Jones. Tomando como base amostral o período de janeiro/1995 a janeiro/2009, período que apesar de contar com a estabilidade da economia brasileira, passou por vários regimes cambiais: câmbio flutuante de 1994 a 1995; câmbio administrado de 1995 a 1998; câmbio flutuante com tendência à desvalorização do Real de 1999 a 2002 e câmbio flutuante com tendência à valorização do Real de 2003 a 2009, procura-se estabelecer relações econométricas via modelagem por vetores auto-regressivos VAR, para as variáveis selecionadas. Os resultados das análises mostram que as principais influências à evolução do preço da moeda nacional para o período se devem às variáveis: diferencial de juros, EMBI, PIB e IDE. Discussões adicionais conduzem à idéia de que há ainda grande dificuldade de se prever a evolução da taxa cambial, especialmente no curto e médio prazos, e que outras abordagens tais como o uso de modelos que lidam com heteroscedasticidade condicional ou modelos que trabalhem com dados da microeconomia, possam trazer resultados interessantes
Abstract: The exchange rate corresponds to one of the main prices of an economy, due to several effects it has the ability to lead: effects on the current account of a country, its impact on monetary policy, on economic growth and effects on business decisions. The purpose of this research is to investigate factors that drive price movements of the national currency - the Real, against the dollar in the United States of America, for the sample period; to select relevant macroeconomic and financial variables and to test them empirically. First, the major theoretical developments of the theme and a brief history of the brazilian and also the world foreign exchange market are described. In this phase of the study there is the option to work with the variables: interest rate differential, country risk premium - EMBI, foreign direct investment - FDI, gross domestic product - GDP Bovespa Index and Dow Jones Index. Based on the sample period from January 1995 to January 2009, period of time in which, despite having an stable economy, Brazil went through several exchange rate regimes: floating exchange rate from 1994 to 1995, managed currency regime from 1995 to 1998; floating exchange rate with devaluation trend of the Real from 1999 to 2002 and floating exchange rate with appreciation trend of the Real from 2003 to 2009, seeks to establish econometric relationships via vector autoregression - VAR modeling. The results show that for the time interval, the main influences on the price development of the national currency are due to the variables: interest rate differential, EMBI, GDP and FDI. Additional discussion leads to the idea that it is still very difficult to predict the evolution of the exchange rate, especially in the short and medium term, and that other approaches such as the use of models for dealing with conditional heteroscedasticity or with microeconomic data may lead to interesting results
Palavras-chave: Taxa cambial
Regime cambial
Modelagem VAR
Exchange rate
Exchange rate regime
VAR modeling
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Citação: Vanícola, Cássia Regina. Taxa cambial no Brasil e suas relações: algumas evidências macroeconômicas e financeiras. 2010. 137 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/956
Data do documento: 26-Mai-2010
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cassia Regina Vanicola.pdf724,8 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.