REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/9541
Tipo: Tese
Título: A estética da professoralidade: um estudo interdisciplinar sobre a subjetividade do professor
Autor(es): Pereira, Marcos Villela
Primeiro Orientador: Fazenda, Ivani Catarina Arantes
Resumo: Como alguém vem a ser professor? Esta pergunta é o mote central deste trabalho, na medida que rejeito as explicações mais óbvias, aquelas que tentam responder com a indicação dos caminhos, digamos, oficiais: o curso de formação (seja Magistério, no segundo grau, seja Licenciatura, no nivel superior) ou a prática da docência, pura e simplesmente. Minha tese aponta o caminho da estética da professoralidade: a estética do ato de estar sendo professor. Vir a ser professor é projetar-se num estado quase estável de si, no interior de uma determinada prática profissional de modo que ele venha a ser um agente propositor de experiências que catalisem incursões em direção ao si-mesmo. Que a prática pedagógica e a rotina escolar, sejam, a um só tempo, um impulso e uma rede. Para compor as bases de tal proposição, sirvo-me do referencial teórico de, sobretudo, Deleuze, Foucault, Guattari e Simondon, até chegar ao exercício de ressignificação do termo estética. Do ponto de vista metodológico, exploro um caminho híbrido entre a auto-biografia (Gaston Pineau) e a cartografia (Deleuze e Guattari), intentando trabalhar com o relato autobiográfico produzindo dois modos de memória: a memória retentiva e a memória projetiva. Estrategicamente, percorro uma trajetória interdisciplinar valendo-me, sobretudo, da metáfora: a fábula e os jogos de trilha são os instrumentos, por excelência, que utilizo para visibilizar as tramas invisíveis da produção da minha professoralidade. A generalização possível das conclusões advindas deste estudo, a saber,: a iluminação dos processos de produção de si de outros professores, só será factivel na medida que cada sujeito se dispuser a enfrentar-se e olhar de frente os movimentos de irrupção do novo em Si mesmo
Abstract: How does anyone become a teacher? This question is the main issue of this thesis, since I have rejected the most obvious accounts, the ones which try to answer on showing the socalled official ways: teaching training programs (High school or undergraduate studies) or merely the practice of teaching. My thesis focuses on the teaching aesthetics:the aesthetics of the act of being a teacher. To become a teacher is to actualize an almost-stable self state- of being under a certain professional practice so that he might be an agent who proposes experiments that catalyzes incursions towards self-awareness. Pedagogical practice and school routine must be an impulse and a protection net at one time. In order to forge the basis of such proposal, I mainly use the theoretical references of Deleuze, Foucault, Guattari and Simondon, until the concept of aesthetics is recomposed. I methodologically explore a hybrid path between the autobiography (Gaston Pineau) and the cartography (Deleuze e Guattari), trying to work with the autobiographical narrative, building two kinds of memory: the retentive memory and the projective memory. I strategically follow an interdisciplinary trail, making use of metaphor: the fable and the snakes and ladders board games are the operatives which I use in order to make the invisible webs of my teaching production visible. The generalization of the conclusions of this thesis, namely, the lighting up of other teachers self production processes, will only be possible when each teacher disposes to face himself and stare at the irruptive movements of his new self
Palavras-chave: Professor
Interdisciplinaridade
Estética
Subjetividade
Teacher
Interdisciplinarity
Aesthetics
Subjectivity
Professores -- Formacao profissional
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Pereira, Marcos Villela. A estética da professoralidade: um estudo interdisciplinar sobre a subjetividade do professor. 1996. 297 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1996.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9541
Data do documento: 10-Dez-1996
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marcos Villela Pereira.pdf
  Restricted Access
20,79 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.