REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/28414
Tipo: Tese
Título: Quadro reputacional: escolhas eleitorais em uma perspectiva pragmatista
Autor(es): Gomes, Fábio da Silva
Primeiro Orientador: Prado, José Luiz Aidar
Resumo: Esta pesquisa investiga a construção social do quadro de referência reputacional para candidaturas ao cargo de Executivo municipal a partir da abordagem pragmatista. O referencial teórico parte das teorias precursoras de Charles Sanders Peirce e da teoria social de George Herbert Mead para alcançar outros autores pragmatistas, sobretudo os contemporâneos. A tradução do pragmatismo pelas mãos de Thamy Pogrebinschi, na identificação de três ideias centrais da teoria pragmatista (antifundacionalismo, consequencialismo e contextualismo), orientou nossa visada e proposição do conceito de reputação. No Brasil, destacamos as interpretações da obra peirceana por Lúcia Santaella (PUC-SP) e os estudos do Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade (GRIS) do Departamento de Comunicação Social da UFMG. Partindo do eixo teórico e das questões de pesquisa (reputação e comportamento eleitoral), efetuamos o debate com importantes proposições que compõem o estado da arte: o exame de Marcus Faria Figueiredo acerca do comportamento eleitoral nos campos social, psicológico e racional; a teoria da “Centralidade da Sofisticação Política”, de Mônica Mata Machado de Castro; e o conceito de imagem pública de Wilson Gomes. A hipótese de pesquisa foi elaborada a partir de três afirmações conceituais: a) a reputação é um quadro referencial, fruto de uma ação intencional; b) a reputação é um valor construído socialmente nas interações intersubjetivas; c) o campo da reputação é constituído por relações sígnicas que se apresentam à percepção, promovidas pela relação do sujeito com o ambiente cotidiano e as interações sociais. A partir dessas afirmações, apresentamos nossa hipótese: os eleitores, em processos de eleição municipal para o Executivo, como forma de sustentação do pensamento enquanto ação intencional (da orientação das escolhas e consequente decisão do voto), elaboram quadros de referências reputacionais em conjunto com outros eleitores, em variados processos de interação, que levam em consideração as expectativas e interpretações do mundo objetivo, para julgarem a reputação de candidaturas específicas. Objetivando a comprovação de nossa hipótese, definimos o corpus de nossa pesquisa de campo com recorte de municípios do estado do Rio de Janeiro, conforme regiões e porte eleitoral. A metodologia aplicada foi qualitativa, no formato de entrevistas em profundidade, aplicadas em dois municípios fluminenses: Rio de Janeiro e Paty do Alferes. Com essa metodologia, buscamos padrões discursivos para os seguintes eixos avaliativos: características do mundo vivido (mundo objetivo), interpretações sobre o contexto social vivido (mundo percebido), referências para julgar candidaturas (quadro reputacional) e linguagem das campanhas eleitorais (mundo prometido). Com isso, pretendemos responder a seguinte questão de pesquisa: o voto é antecedido pela edificação social de quadros referenciais, utilizados para julgamentos e escolhas de candidaturas?
Abstract: This research investigates the social construction of a reputational reference framework for candidacies for municipal executive positions through a pragmatist approach. The theorical references begin in Charles Senders Peirce’s precursory theories and in George Herbert Mead’s social theory and reach up to, mainly contemporary, pragmatist authors. Thamy Pogrebinschi’s understanding of pragmatism in the identification of the three central ideas in pragmatist theory (anti-foundationalism, consequentialism and contextualism) oriented our point of view and our proposition of the concept of reputation. In Brazil, we highlight Lucia Santaella’s (PUC – SP) interpretations of Peirce’s work and the studies of Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade (GRIS) from UFMG’s Social Communication Department. Starting from our theorical discussions and our research question (reputation and electoral behavior), we debated important propositions which compose the state of the art: Marcus Faria Figueiredo’s examination of electoral behavior in social, psychological and rational fields; Mônica Mata Machado de Castro’s “Political Sofistication Centrality” theory; and Wilson Gomes’ concept of public image. The research hypothesis was elaborated considering three conceptual affirmations: a) reputation is a reference framework which is the result of an intentional action; b) reputation is a socially constructed value which is built in intersubjective interactions; c) The field of reputation is built by sign relations which are presented to perception, and promoted by the relationship between the subject and their everyday environment and social interactions. From these affirmations, we present our hypothesis: voters, in municipal executive election processes elaborate reputational reference frameworks with other voters (as a way of sustaining their thoughts as intentional actions to guide their choices and consequently, their vote decisions) in several interaction processes which consider the expectations and interpretations of the objective world to judge specific candidacies’ reputations. In order to try to prove our hypothesis, we defined our field research’s corpus as the data which was collected in cities from Rio de Janeiro State according to regions and electoral size. Qualitative methodology was applied in the form of in-depth interviews in two Fluminense cities: Rio de Janeiro and Paty do Alferes. Through this methodology, we looked for discursive patterns related to the following evaluation points: lived world characteristics (objective world), interpretations regarding social context (perceived world), references to judge candidacies (reputational framework) and electoral campaign’s language (promised world). With this, we intend to answer the following research question: is the vote preceded by the social construction of referential frameworks, used for judgments and candidacies choices?
Palavras-chave: Eleição
Interação
Quadro reputacional
Construção social
Elections
Interaction
Reputational framework
Social construction
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Gomes, Fábio da Silva. Quadro reputacional: escolhas eleitorais em uma perspectiva pragmatista. 2022. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/28414
Data do documento: 18-Ago-2022
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fábio da Silva Gomes.pdf3,83 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.