REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26529
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorTesser, Tabata Pastore-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4347635826744775pt_BR
dc.contributor.advisor1Nunes, Maria José Fontelas Rosado-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6468382496358455pt_BR
dc.date.accessioned2022-07-04T15:50:21Z-
dc.date.available2022-07-04T15:50:21Z-
dc.date.issued2022-05-19-
dc.identifier.citationTesser, Tabata Pastore. Entre terços e palanques: ativismos de deputadas católicas antifeministas na Câmara Federal. 2022. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26529-
dc.description.resumoA presente dissertação analisou os ativismos institucionais das deputadas federais Carla Zambelli (PSL-SP) e Chris Tonietto (PSL-RJ), católicas, autoidentificadas antifeministas e que foram eleitas para a Câmara Federal na 56ª legislatura (2019- 2023). Através do estudo em torno de antifeminismos contemporâneos ocidentais (Bonet-Marti, 2020) identificou-se como os vínculos religiosos das deputadas se expressavam na agenda parlamentar antigênero. Por meio do método ciberetnográfico, a pesquisa analisou as publicações das redes sociais – Facebook e Instagram – das deputadas. A seleção dos conteúdos decorreu de critérios temáticos que envolvem a agenda antigênero e, observou-se uma possível movimentação de grupos neoconservadores católicos na potencialização de candidaturas antifeministas. Com a eleição presidencial de Jair Bolsonaro, setores católicos ultraconservadores oportunizaram na candidatura das deputadas Carla Zambelli e Chris Tonietto uma atualização do repertório antigênero católico através do uso intensivo das redes sociais. Ao identificar as aproximações e distanciamentos entre os ativismos das deputadas, reconhecemos o papel central que a discussão dos Planos de Educação cumpriu em suas trajetórias. No espectro da direita católica, foi possível observar que as deputadas antifeministas guiadas por uma religiosidade neoconservadora destinaram emendas parlamentares no financiamento de políticas de Estado com objetivo de institucionalizar a expressão “ideologia de gênero”pt_BR
dc.description.abstractThis dissertation examines the institutional activism of two congresswomen, Carla Zambelli (PSL-SP) and Chris Tonietto (PSL-RJ), catholics, self-identified anti-feminists, who were elected for the House of Representatives for its 56a legislature (2019-2023). Focusing on the study of western contemporary anti-feminisms (Bonet-Marti, 2020), it managed to identify how their religious links were articulated in an anti-gender parliamentary agenda. Applying the cyberethnographic method, this research has examined these congresswomen’s posts on social media – Facebook and Instagram. The selection of data was based on thematic criteria concerning anti-gender agenda, and it was possible to note a potential movement of catholic neoconservative groups in strengthening anti-feminist candidacies. With the election of Jair Bolsonaro for president, ultra-conservative catholic groups, with the candidacies of Carla Zambelli and Chris Tonietto, update of the catholic anti-gender repertoire through the intensive use of social media. Identifying the similarities and differences between these congresswomen’s activism, it was possible to identify the central role that the debate over Education Plans played in their path. In relation to the catholic right’s spectrum, it was possible to notice that these anti-feminist congresswomen, guided by a neoconservative religiosity, destined parliamentary amendments in the financing of State policies in order to institutionalize the expression ‘gender ideology’en_US
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPESpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Ciências Sociaispt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsPUC-SPpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religiãopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCâmara Federalpt_BR
dc.subjectAntifeminismo de Estadopt_BR
dc.subjectCatolicismospt_BR
dc.subjectNeoconservadorismospt_BR
dc.subjectGêneropt_BR
dc.subjectHouse of Representativesen_US
dc.subjectState-antifeminismen_US
dc.subjectCatholicismsen_US
dc.subjectNeoconservatismsen_US
dc.subjectGenderen_US
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICASpt_BR
dc.titleEntre terços e palanques: ativismos de deputadas católicas antifeministas na Câmara Federalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tabata Pastore Tesser.pdf1,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.