REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26153
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorHora, Dayse Martins-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4519001804378051pt_BR
dc.contributor.advisor1Moreira, Antonio Flávio Barbosa-
dc.date.accessioned2022-05-30T17:54:30Z-
dc.date.available2022-05-30T17:54:30Z-
dc.date.issued2000-03-07-
dc.identifier.citationHora, Dayse Martins. Racionalidade médica e conhecimento escolar: a trajetória da biologia educacional na formação de professores primários. 2000. Tese (Doutorado em Educação: Currículo) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2000.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26153-
dc.description.resumoCom base nas duas perguntas-chaves que orientam os estudos de história das disciplinas: por que um determinado conhecimento é priorizado em determinado currículo escolar, em dado período histórico e por que uma disciplina se modifica, pretendemos neste estudo contar a história da Biologia Educacional, na formação de professores primários. Objetivamos demonstrar que a disciplina incorporou os anseios do contexto político, na medida em que foi mais um elemento construtor de uma concepção de corpo, veiculou propostas higienistas e eugênicas, e formas de perceber a relação saúde/educação baseadas na razão médica. Para apresentar a proposição que construímos, recorremos ao suporte teórico de Goodson, utilizando suas hipóteses para a história das disciplinas escolares e o instrumental metodológico do paradigma indiciário de Ginzburg. Fazendo uso dos indícios localizados no processo de medicalização das instituições sociais no Brasil, levantamos as relações entre história da medicina e ordem política no Brasil, o papel histórico da razão médica como estratégia de hegemonia, e os desdobramentos dessa racionalidade na construção do conhecimento escolar. Para tanto trouxemos à tona vestígios da matriz biomédica presente nos currículos de formação do professor primário, desde o final do século XIX. Além de conhecimento útil ao desenvolvimento de outras disciplinas, a Biologia Educacional colaborou na construção do olhar do professor sobre a criança, função primordial na execução do projeto escolanovista, principalmente no que se referia à atitude cientifica do professor, requisito fundamental ao trabalho na escola-laboratóriopt_BR
dc.description.abstractBased on two main questions which guided the studies on the history of disciplines- why a certain knowledge is prioritized in a certain school curriculum, in a given historical period, and why does a discipline change- we tried, in this study, to tell the story of Educational Biology in the formation of primary school teachers. We tried to demonstrate that this discipline has incorporated the yearnings of the political context, acting as part of the construction of a body concept, disseminating hygienist and eugenic proposals, and ways of realizing the relation health/education, based on medical reason. In order to present this proposal, we drew on Goodson's theoretical support, using his hypothesis in the history of school disciplines and the methodological instrument of Ginzburg indicial paradigm. From our findings in the medicalization processes of the Brazilian social institutions, we outlined the relations between the history of medicine and the political order in Brazil, the historical role of medical reason as hegemonic strategy, and this rationales's unfoldings in building the school knowledge. So we raised traces of the biomedical die of the primary school teachers' curricula, since the 19h century. Besides being useful for the development of other disciplines, the Educational Biology helped building the teacher's view of the child, the main function in performing the new-school project, especially in what concerns the teacher's scientific attitude, which is fundamental for the work developed in the school-laboratoryen_US
dc.languageporpt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Educaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsPUC-SPpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículopt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULOpt_BR
dc.titleRacionalidade médica e conhecimento escolar: a trajetória da biologia educacional na formação de professores primáriospt_BR
dc.typeTesept_BR
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dayse Martins Hora.pdf
  Restricted Access
11,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.