REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24443
Tipo: Tese
Título: A identidade do professor universitário: percursos de formação e atuação profissional
Autor(es): Leite, Claudia da Silva
Primeiro Orientador: Antunes, Mitsuko Aparecida Makino
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo estudar a constituição da identidade do professor no ensino superior privado, frente às inúmeras transformações ocasionadas desde a Reforma Universitária de 1968, gerando um significativo crescimento das IES privadas quando comparadas às IES públicas, e às alterações nas relações de trabalho dos docentes. Identificou-se que as relações de trabalho impactam a constituição da identidade de professores do ensino superior privado. Nos objetivos específicos buscou-se compreender os motivos que levaram o professor a ser docente nas IES privadas e o que o mantém (ou não) na sua prática; identificar os diferentes papéis (ou personagens) vivenciados pelo professor desde o início de sua prática e identificar como as relações de trabalho possibilitam ou não a metamorfose identitária dos docentes. A perspectiva teórica adotada foi a Teoria de Identidade de Antonio da Costa Ciampa, utilizando como procedimentos metodológicos as narrativas de história de vida de professores, por meio de entrevistas não diretivas. Foram entrevistados três professores e um deles foi escolhido para análise, uma vez que seu relato sintetizava os dos demais entrevistados. Os dados obtidos foram analisados a partir de três eixos temáticos: do adolescente trabalhador a professor universitário: percurso profissional e de formação; o professor: relação com os alunos, relações de trabalho com a instituição, mediação dos conteúdos programáticos com os discentes e atuação na pandemia; e projeto de vida; além desses, elaborou-se um eixo que sintetiza os três anteriores, sob a perspectiva das contradições identificadas na narrativa do professor. Verificou-se nos resultados que um aspecto sintetizou toda a sua narrativa: as contradições entre o personagemdocente-de-IES-privada e a autonomia. Desta forma, o particular sintetiza o universal, os professores vivenciam uma política de identidade imposta pelas IES privadas mercantilistas que os leva à mesmice, a desempenhar um personagem-mito, tolhendo e oprimindo sua autonomia, metamorfose e emancipação, denotando a necessidade dos docentes se organizarem em prol do coletivo, em direção à emancipação, ou seja, a busca por condições de trabalho que permitam o exercício do trabalho intelectual
Abstract: The objective of this research was to study the identity construction of private higher education teachers, given the countless transformations that unfolded since the University Reform of 1968, which led to a significant growth of private higher education institutions (HEIs) as compared to public HEIs, and to changes in faculty employment relationships. Employment relationships were noted to impact the identity construction of private higher education teachers. As specific objectives, we sought to understand the reasons why teachers became private HEI faculty members and why they remained (or not) in their practice; identify the various roles (or personas) played by teachers from the beginning of their practice, and identify how employment relationships enable or not the identity transformation of teachers. The theoretical perspective adopted was Antonio da Costa Ciampa’s Identity Theory, using as methodology procedures faculty life history narratives, through unstructured interviews. Three teachers were interviewed and one of them was chosen for analysis, as his report synthesized those of the other interviewees. The data obtained was analyzed based on three central themes: from hard-working teenager to university teacher: work and educational history; the teacher: relationship with the students, employment relationships with the institution, curriculum mediation with students and action during the pandemic; and life project; additionally, a theme synthezing the latter three was prepared, from the perspective of contradictions identified in teachers’ narrative. The results showed that one aspect synthesized their entire narrative: the contradictions between the private-HEI-teacher-persona and autonomy. Thus, the particular synthesizes the universal, with faculty members experiencing an identity policy imposed by mercantilist private HEIs that leads them to sameness, to play a myth-like persona, hampering and oppressing their autonomy, transformation and empowerment, and thus showing that faculty members need to get organized for the sake of collectivity, towards empowerment, i.e., in pursue of work conditions that make it possible to do intellectual work
Palavras-chave: Identidade
Professor
Ensino Superior Privado
Identity
Teacher
Private Higher Education
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Leite, Claudia da Silva. A identidade do professor universitário: percursos de formação e atuação profissional. 2021. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24443
Data do documento: 28-Mai-2021
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Claudia da Silva Leite.pdf953,71 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.