REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/22752
Tipo: Tese
Título: Entre “luzes” e “trevas”: o padroado e as origens da reforma pombalina da Universidade de Coimbra
Autor(es): Carvalho, Flávio Rey de
Primeiro Orientador: Passos, João Décio
Resumo: Esta pesquisa trata das origens remotas da reforma pombalina da Universidade de Coimbra, norteando-se pela dinâmica das relações de poder entre Estado e Igreja, sob o modus operandi do “direito de padroado”. Tal circunstância, marcada pela interpenetração entre os âmbitos político e religioso, redundou no aumento da influência dos reis portugueses sobre seus territórios, criando condições propícias para o desenvolvimento de ambições regalistas, cujo zênite se deu nos anos 1760. Utilizam-se as categorias de “ordem” e “tradições recapituladas” como pressuposto teórico para se vislumbrar as “Luzes” em Portugal, comumente ensombradas por uma determinada concepção de “Iluminismo”  propensa à radical desvalorização do fenômeno religioso e alinhada a um modelo de “modernidade” pautado, unilateralmente, pelo princípio de que, sob os influxos da racionalização moderna, a religião estaria fadada a declinar. Com fundamentação em fontes “oficiais” (como “decretos”, “leis”, “estatutos” e algumas “obras” cujos conteúdos estão relacionados aos “intentos” de mudança), ou seja, por meio de reflexão baseada em registros formais, sustenta-se a hipótese de que as medidas empreendidas pela Coroa, durante o terceiro quartel do século XVIII, que incluiria a expulsão dos jesuítas em 1759, voltar-se-iam não ao combate da religião ou do catolicismo, mas dos poderes concorrentes ao estabelecimento de uma “ordem” que fosse conveniente aos interesses do “bem comum” da monarquia portuguesa. Assim, decorre do processo de recrudescimento do poder régio, oportunizado pelo regime de padroado, nos anos 1400 e 1500, seguido por uma fase de intercorrências, transcorrida no século XVII, alguns dos elementos embrionários das “reformas pombalinas”, que culminariam em uma revisão do ensino universitário, entre 1771 e 1772
Abstract: This research reports on the remote origins of the Pombaline Reform of the University of Coimbra, guided by the dynamics of power relations between State and Church, under the modus operandi of the “right of patronage”. Marked by the intertwining between the political and religious spheres, such circumstance, increased the influence of the Portuguese kings on their territories, creating conditions conducive to the development of regalist ambitions, whose zenith occurred in the 1760s. The categories of “order” and “recapitulated traditions” are used as a theoretical presupposition to envision the “Lights” in Portugal, often overshadowed by a certain conception of “Enlightenment” - prone to the radical devaluation of religious phenomena and aligned with a model of “modernity” unilaterally based on the principle that, under the influence of modern rationalization, religion would be doomed to decline. Based on “official” sources (such as “decrees”, “laws”, “statutes” and some “works” whose contents are related to the “attempts” of change), that is, through reflection based on formal records, the study supports the hypothesis that the measures taken by the Crown during the third quarter of the eighteenth century, which would include the expulsion of the Jesuits in 1759, were not taken to combat religion or Catholicism, but to give power for the establishment of an “order” that was convenient to the interests of the “common good” of the Portuguese monarchy. Thus, some of the embryonic elements of the “Pombaline Reforms”, which would culminate in a review of higher education between 1771 and 1772, happened as a consequence of the process of resurgence of the regal power through the patronage regime in the years 1400 and 1500
Palavras-chave: Iluminismo
Catolicismo
Padroado eclesiástico
Universidade de Coimbra - História - Séc. XVIII
Igreja e Estado - Portugal - Igreja Católica
Enlightenment
Catholicism
Patronage, Ecclesiastical
Universidade de Coimbra - History - 20th century
Church and State - Portugal - Catholic Church
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Carvalho, Flávio Rey de. Entre “luzes” e “trevas”: o padroado e as origens da reforma pombalina da Universidade de Coimbra. 2019. 444 f. Tese (Doutorado em Ciência da Religião) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22752
Data do documento: 18-Out-2019
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Flávio Rey de Carvalho.pdf3,65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.