REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/21571
Tipo: Tese
Título: Teatro filosófico: uma concepção de filosofia à luz de Michel Foucault
Título(s) alternativo(s): Philosophical theater: a conception of philosophy in the light of Michel Foucault
Autor(es): Pires Neto, Luiz de Camargo
Primeiro Orientador: Muchail, Salma Tannus
Resumo: Michel Foucault (1926-1984) é um pensador reconhecido por estabelecer uma relação peculiar com a filosofia: afirma numerosas vezes que não pode ser considerado filósofo, critica a maneira como ela é exercida e propõe, de forma rigorosa e criativa, outra maneira de praticá-la. Interessado em compreender as transformações do pensamento, ele investiga o passado para diagnosticar o presente, inventa conceitos, constrói ideias e destrói evidências. Apaixonado pelo novo e disposto a correr riscos, desenvolve sua trajetória intelectual em busca de novas formas de agir e de pensar. Este trabalho investiga uma concepção de filosofia à luz de Michel Foucault. Utilizando o recurso da metáfora, esta elaboração é apresentada como teatro filosófico. Em A cena da filosofia, Foucault afirma que sua vida é dedicada ao “teatro da verdade”, uma “história da cena”, história de como se encenaram a doença, a loucura, o crime. Por outro lado, a inventividade do pensamento foucaultiano evoca a vitalidade do fazer teatral. No primeiro capítulo figuram as relações entre Foucault e o teatro. Os três capítulos seguintes convocam o palco teatral como espaço epistêmico e heterotópico da filosofia, o ator como professor, filósofo engajado, dotado de gestos filosóficos, e a encenação como “jornalismo radical”, diagnóstico do presente, “impaciência da liberdade”, experiência-limite e transgressora. Diante de todas essas relações, conceber a filosofia como teatro filosófico significa assinalar a possibilidade de “pensar diferentemente do que se pensa, e perceber diferentemente do que se vê”
Abstract: Michel Foucault (1926-1984) is a thinker well recognized for establishing a peculiar relationship with philosophy: he constantly affirms that he cannot be considered a philosopher, criticizes the way that philosophy is exercised, rigorously and creatively proposing another form of practicing it. Interested in understanding the transformations of thought, he investigates the past to diagnose the present, invents concepts, constructs ideas, and destroys evidences. Passionate to novelty and always willing to take risks, he develops his intellectual trajectory in search of new ways of acting and thinking. This paper investigates a conception of philosophy in the light of Michel Foucault. Using the resource of metaphor, this conception is presented as a philosophical theater. In “The stage of philosophy”, Foucault states that his life is dedicated to "the theater of truth", a "story of the scene", a story of how sickness, madness and crime were staged. On the other hand, the inventiveness of the Foucauldian thought evokes the vitality of the theatrical performance. In the first chapter the relations between Foucault and the theater appear. The next three chapters summon the theatrical stage as an epistemic and heterotopic space of the philosophy, the actor as a professor, engaged philosopher, endowed with philosophical gestures, and the staging as "radical journalism", diagnosis of the present, "impatience of freedom", transgressive and limit-experience. Facing all these relations, to conceive philosophy as a philosophical theater, means to signalize the possibility of "thinking differently than one thinks, and perceiving differently from what one sees"
Palavras-chave: Foucault, Michel [1926-1984] - Crítica e interpretação
Teatro filosófico
Teatro
Foucault, Michel [1926-1984] - Criticism and interpretation
Philosophical theater
Theater
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Pires Neto, Luiz de Camargo. Teatro filosófico: uma concepção de filosofia à luz de Michel Foucault. 2018. 211 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21571
Data do documento: 21-Set-2018
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luiz de Camargo Pires Neto.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.