REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/2128
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBaldissera, Deolino Pedro-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4744088E4por
dc.contributor.advisor1Valle, João Edenio dos Reis-
dc.date.accessioned2016-04-25T19:21:03Z-
dc.date.available2010-01-11-
dc.date.issued2009-10-16-
dc.identifier.citationBaldissera, Deolino Pedro. Palavras-chave nas representações simbólicas do sujeito: conexões psicológicas com a religiosidade de candidatos ao presbiterado católico. 2009. 281 f. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/2128-
dc.description.resumoNesta pesquisa pretende-se demonstrar que o sujeito humano em seu processo de amadurecimento, elabora maneiras pessoais simbólicas originais e subjetivas que se constituem num mapa onde ele se situa e se comunica com o mundo (pessoas e ambiente). Uma das formas sutis em que seus símbolos se manifestam é através de certas palavras-chave que ele constrói e para ele passam a traduzir aspectos significativos de si e de sua história. Suas experiências existenciais passam por elaborações subjetivas complexas, que ficam guardadas em seu nível consciente e inconsciente sob a forma de memórias, cuja hermenêutica nem sempre é de fácil compreensão. Assim, a inventividade de cada um cria simbolismos próprios que são facilitadores da auto compreensão e servem como meios para expressar aos outros sua maneira de ver e de se relacionar consigo, com o mundo e os outros, ou seja, a sua cosmogênese e sua cosmovisão. Isso parece ser parte da complexidade dos processos psíquicos que não se submetem à intencionalidade consciente, e por isso distorcem situações que não permitem uma comunicação clara e objetiva. Tais processos criam condicionamentos que vão se acumulando ao longo da história pessoal e se tornam estalactites formadas através da lenta repetição e sedimentação de experiências semelhantes, a ponto de se tornarem aspectos da própria personalidade. Tais núcleos são comunicados através de atitudes e comportamentos que são significativos para o próprio sujeito, mas nem sempre decifráveis em sua verdadeira natureza e significado. É comum que tais núcleos mantenham as áreas por ele atingidas, pouco desenvolvidas, criando obstáculos para a vivência objetiva dos desejos e/ou ideais. Eles se tornam núcleos psicodinâmicos que influem sobre o cotidiano do sujeito. A hipótese aqui proposta é de que tais palavras chave são expressões simbólicas de conteúdos internalizados de cada sujeito e assumem o caráter de um caminho, nem sempre consciente, de auto revelação. Nesta tese nos ativemos na análise de palavras-chave relacionadas com a religiosidade do sujeito e de alguma maneira de sua vocação à vida religiosa, uma vez que todos os sujeitos são estudantes de teologia e aspiram ao presbiterado na Igreja Católica. Analisamos proposições, frases preferidas e palavras que, segundo os pesquisados, falam da percepção que eles têm de suas próprias crenças, objetivos e sentido de vida. No nível consciente, cada um tem suas razões para justificá-las. Em nossa análise verificamos que suas palavras-chave contêm significados mais profundos do que os alegados pelos sujeitos, dizendo mais de sua religiosidade do que eles mesmos supõem. Freqüentemente estavam ligadas a conflitos ou experiências mal elaboradas internamente, cujos significados ficavam mascarados por processos psicológicos inconsistentes, geradores de tensões. As palavras-chave oferecem, portanto, uma autobiografia do amadurecimento de fato vivido pelo sujeito. Representam, assim, um método que se mostra útil clinicamente para o sujeito rever sua história permitindo reelaborações significativas de si e de sua religiosidadepor
dc.description.abstractThis research intends to demonstrate that human beings in their maturing process set up symbolical and original personal manners making up a map where they place themselves and communicate with the world (people and environment). One of the subtle ways such symbols manifest themselves is through certain keywords they build up to translate meaningful aspects of themselves and their history. Their existential experiences go through complex subjective elaborations that stick to their conscious and unconscious levels as memories of which the hermeneutics is not always easily understood. Thus, the inventiveness of every human being creates its own symbolisms, which makes self-understanding easier and works out as a way to express other human beings his way of seeing and relating to himself, the world and the others, that is, his cosmogenesis and his cosmoview. This seems to a part of the complexity of psychic processes not subdued to conscious intentionality, thus distorting situations which do not allow clear and objective communication. Such processes generate conditionings that are accumulated all along personal history and become stalactites formed thanks to slow repetition and sedimentation of similar experiences, until they become aspects of personality itself. Such nuclei are communicated through attitudes and behaviors that are significant for the individual himself, but are not always deciphered in their true nature and meaning. Such nuclei usually keep not fully developed areas their reach, thus creating obstacles for the objective living of desires and/or ideals. They become psycho-dynamic nuclei having influence upon the individual s everyday life. In this paper our thesis is that such keywords are symbolical expressions of internalized contents in every individual, assuming the character of a way, not always conscious, of selfrevelation. In this thesis we concentrated on the analysis of keywords related to the individual s religiosity, and somehow to his vocation for religious life, since all individuals are theology students and aspire to presbyteriat in the Catholic Church. We analyzed propositions, phrases and words that, according to researched individuals, talk about the perception they have of their own beliefs, goals and life sense. On the conscious level, everyone has his own reasons to justify them. In our analysis we found that their keywords have meanings that are deeper than they themselves could suppose. Very often they were liked to conflicts and badly developed experiments in their inner selves, the meanings of which were masked by inconsistent psychological processes generating tensions. Therefore, the keywords offer an autobiography of the maturing process experienced by the individual. Thus, they stand for a clinically useful method for the individual to review his own history, which allows meaningful re-elaborations of himself and his religiosityeng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/3384/Deolino%20Pedro%20Baldissera.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentCiências da Religiãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religiãopor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSímbolospor
dc.subjectAutoconhecimentopor
dc.subjectReelaboraçãopor
dc.subjectSymbolseng
dc.subjectAutobiographyeng
dc.subjectSelf-knowledgeeng
dc.subjectRe-elaborationeng
dc.subjectAutobriografiapor
dc.subjectReligiosidadepor
dc.subjectSinais e simbolos -- Aspectos religiosospor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIApor
dc.titlePalavras-chave nas representações simbólicas do sujeito: conexões psicológicas com a religiosidade de candidatos ao presbiterado católicopor
dc.typeTesepor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Deolino Pedro Baldissera.pdf8,3 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.