REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/20634
Tipo: Tese
Título: Tem mulher na macumba “sim sinhô”: as mulheres negras na macumba religiosa e musical carioca entre 1870 e 1930
Autor(es): Rivas, Maria Elise G. B. M
Primeiro Orientador: Nunes, Maria José Fontelas Rosado
Resumo: Esta pesquisa tem como objeto as mulheres negras nas macumbas cariocas, nos jornais do Rio de Janeiro, entre os anos de 1870 a 1930, tendo como objetivo analisar a presença ou ausência das mesmas nas macumbas. As duas hipóteses elencadas são as seguintes: verificar se a presença das mulheres negras no material encontrado (os jornais cariocas) corresponde à importância delas nas macumbas, e verificar em que medida a configuração dos papéis desempenhados por homens e mulheres nos terreiros influenciaram ou não a macumba musical na esfera estética. A pesquisa é realizada sob uma perspectiva feminista, de modo que o horizonte teórico privilegia as questões de gênero. Faço uso da hermenêutica da suspeita de Fiorenza (1992) para encontrar as mulheres nos jornais, um olhar histórico que busca encontrar as mulheres como personagens do cotidiano em Perrot (2005) e uma abordagem antropológica das mulheres negras nos candomblés em Bernardo (2003-2005). Mas, também trago Pollak (1989) com o referêncial memória subterrânea e Weber (2013) com a separação das esferas para melhor entender a “separação” da macumba em religiosa e musical. O campo empírico são 19 jornais que circularam na cidade carioca no período pesquisado disponibilizados na Hemeroteca Digital do Rio de Janeiro, ou seja, o material analisado é uma fonte primária. A metodologia utilizada para análise dos jornais é a abordagem dada por Zicman (1985). Vale ressaltar que foi necessário muito esforço para podermos encontrar as mulheres negras em ambas as macumbas, mas elas estavam lá
Abstract: This paper adresses black women in the macumbas of Rio de Janeiro, in the newspapers of such city, from 1870 to 1930, aiming to analyse their presence or absence in the macumbas. There are two hypothesis here considered: to verify if the presence of black women found in the researched material (that is, the newspapers of Rio de Janeiro) equals their importance in the macumbas, and to verify how much do the papers performed by man and women in the terreiros influence or not the musical macumba regarding aesthetics. The research uses a feminist perspective, so the theoretical reference privileges gender. I recollect Fiorenza’s hermeneutics of suspicion (1992) in order to find women in the newspaper, a historical look that aims to find them as characters of day by day in Perrot (2005), and a anthropologic approach of black women in the Candomblés in Bernardo (2005-2005). Also, we refer to Pollak (1989) and the underground memory, and to Weber (2013) and the separation of the issues in order to understand better the division of macumba into religious and musical. The empirical field is formed by 19 newspapers that were active in the city of Rio de Janeiro through the chosen period. Such newspapers are available in the Hemeroteca Digital of Rio de Janeiro, so the analyzed material is a primary source. Methodology used to analyze the newspapers is the approach given by Zicman (1985). It is worth mentioning that too much effort has been needed so we could find black women in both macumbas: they were there
Palavras-chave: Negras - Rio de Janeiro, RJ
Candomblé - Rio de Janeiro, RJ
Mulheres e religião
Women, Black - Rio de Janeiro, RJ
Candomble (Cult) - Rio de Janeiro, RJ
Women and religion
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Sociais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Rivas, Maria Elise G. B. M. Tem mulher na macumba “sim sinhô”: as mulheres negras na macumba religiosa e musical carioca entre 1870 e 1930. 2017. 266 f. Tese (Doutorado em Ciência da Religião) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20634
Data do documento: 17-Nov-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Elise G. B. M. Rivas.pdf3,47 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.