REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/17255
Tipo: Tese
Título: A identidade do empreendedor social
Autor(es): Silva, Daniel Branchini da
Primeiro Orientador: Ciampa, Antonio da Costa
Resumo: O termo empreendedor, derivado do francês entrepreneur, que significa aquele que toma em mãos , foi originalmente cunhado por economistas como Jean-Baptiste Say, em torno de 1800, para descrever o indivíduo que transfere recursos econômicos de um setor de menor produtividade para outro mais elevado e de maior rendimento. Mais tarde, no século XX, Joseph Schumpeter acrescenta a dimensão da inovação como característica essencial, mostrando que o empreendedor é aquele que promove uma verdadeira destruição da ordem econômica por meio da introdução de novos produtos e serviços. Tal histórico revela o quanto ainda hoje o termo empreendedor preserva essas características, por ser utilizado para descrever alguém que identifica oportunidades, assume riscos e faz acontecer. Nas últimas três décadas, em um contexto pautado pela falência do Estado do bem-estar social e pelo fortalecimento das empresas, o termo empreendedor social surge para delimitar a atuação de um tipo específico de empreendedor que age em prol da coletividade, buscando soluções inovadoras para demandas emergentes em áreas como educação, saúde, meio-ambiente, geração de emprego e renda, defesa de direitos e outras causas similares, com a pretensão de promover transformações sociais sistêmicas, em uma perspectiva sustentável. Portanto, o objetivo da presente pesquisa foi investigar a identidade deste empreendedor social, considerando suas raízes históricas, ideais e realizações, com o propósito de descobrir se havia por parte dele um efetivo movimento emancipatório em direção a uma identidade pós-convencional. Para tal, foram feitas entrevistas semi-dirigidas com sete sujeitos caracterizados formalmente como empreendedores sociais, cujas histórias de vida revelaram que a maioria deles continua desempenhando o papel convencionalizado pela sociedade, mas que alguns já estão antecipando um movimento que pode indicar uma mudança de papel em breve. Dentre as novas personagens encontradas, uma se assemelha mais a um agente regulador , cuja causa envolve a normatização do sistema e outra a um ativista emancipatório cuja causa é dar voz a segmentos da população que não são ouvidos, incentivando que a própria comunidade consiga se emancipar
Abstract: The word entrepreneur, which comes from the French entrepreneur, means the one that takes in hands , and it was originally coined by economists such as Jean-Baptiste Say around 1800 to describe the individual that transfers economic resources from a sector of lower productivity to a higher and more profitable one. Later, in the 20th Century, Joseph Schumpeter adds the perspective of innovation as an essential feature, showing that the entrepreneur is the one who promotes a true destruction of the economic order by the introduction of new products and services. Such background reveals how much the word entrepreneur still preserves these features even today, for now it is being used to describe somebody who identifies opportunities, takes risks and makes things happen. In the last three decades, in a context marked by the State s social welfare bankruptcy and by the strengthening of the companies, the word social entrepreneur has appeared to outline the action of a specific type of entrepreneur who works in favor of the collectivity, searching for innovative solutions to emergent demands in areas such as education, health, environment, job and income generation, advocacy and other similar causes, aiming to promote systemic social changes in a sustainable perspective. Therefore, the objective of this research was to investigate the identity of this social entrepreneur, considering his historical roots, ideals and achievements in order to find out if there was an effective emancipation movement towards a post-conventional identity on his part. Thus, seven half-controlled interviews were carried out with individuals formally recognized as social entrepreneurs, whose life histories revealed that most of them continue playing the conventional role labeled by society, but that some have already been anticipating a movement that could indicate a new role to arise soon. Amongst the newly identified characters, one of them seems more like a regulating agent , whose cause involves the normatization of the system, and the other one seems like an emancipatory activist , whose cause is to give voice to the population segments that are ignored by society, stimulating the community itself to obtain its own emancipation
Palavras-chave: Empreendedor social
Impacto social
Social entrepreneur
Identity
Social impact
Social psychology
Identidade (Psicologia)
Identidade social
Psicologia social
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Citação: Silva, Daniel Branchini da. A identidade do empreendedor social. 2008. 168 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17255
Data do documento: 20-Mai-2008
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Daniel Branchini da Silva.pdf520,09 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.