REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/16416
Tipo: Tese
Título: Abrindo espaços no cotidiano escolar para o estágio supervisionado: uma questão do "olhar" e da relação na formação inicial e em serviço
Autor(es): Castro, Maria Aparecida Campos Diniz de
Primeiro Orientador: Placco, Vera Maria Nigro de Souza
Resumo: O presente estudo, de natureza qualitativa, foi organizado em torno da seguinte questão geral: como intervir na formação inicial de licenciandos, através do estagio supervisionado, enfrentando e/ou superando os freqüentas entraves às condições e relações por eles vividos nesse estágio ? Desenvolveu-se durante a atividade da disciplina Prática de Ensino e Estágio Supervisionado, junto à turma de licenciatura, oferecida sob minha responsabilidade, no curso de Psicologia de uma Universidade do interior paulista. Como participantes, contou com dez alunos, escolhidos sob determinados critérios. Também valeu-se da contribuição de três diretores, três coordenadores pedagógicos e três professores-observaados, que atuavam nas três escolas públicas selecionadas como campo de estágio, constituindo-se assim, simultaneamente, em uma experiência de formação em serviço. O referencial teórico no qual se baseia a pesquisa defende a reflexão como um articulador entre o pensar e o agir, numa perspectiva crítica e dialética apontada por alguns teóricos tais como: Alarcão, Névoa, Perrenoud, Sacristán, Schõn e Zehhner. Também defende-se a epistemologia da prática, na perspectiva do conhecimento sob a luz do construtivismo, maia propriamente, na dimensão sociointeracionista apoiada por Vygotsky. Entre os pesquisadores nacionais, Andre, Carvalho, Davis, Fusari, Gatti, Olivoira, Pimenta e Piacco contribuíram objetivamente no modo de pensar e conduzir a pratica de formação de professores junto ao cenário dos centros formadores. Encaminhou-se a disciplina Pratica de Ensino e Estágio sob a forma de pró um reflexivo, com base nas idéias de Schon e Zeichner, e a acão supervisora implicou uma postura interativa, prospectiva, retrospectiva, critica e emancipatória, como sugere Alarcão. Sob a forma metodológica de pesquisa-ação, atuaram a pesquisadora e os alunos-sujeitos, visando a investigar e intervir, junto às escolas-campo, durante a realização dos estágios, entre 1997 e 1999. Nesse tempo, desenvolveram-se ações de formação inicial dos licenciandos de curso de Psicologia e em Devia junto aos integrantes das unidades escolares, facilitados por projetos de pesquisa efetivados colaborativamente entre licenciandos e professores-observados. Os dados extraídos dos relatórios de estagio, das verbalizações e reflexões produzidas no retomo dessa atividade e das entrevistas semi-abertas realizadas com licenciandos, diretores, coordenadores e professores-observados nas escolas-sede fizeram emergir seis categorias de análise: o papel do estagiário; a ação do supervisor; o contexto escolar como lócus de aprendizagem, formação e partilha de saberes; a intervenção e a formação em serviço por meio do estágio; a parceria colaborativa entre universidade e unidades escolares e o assumir de um novo "olhar' por parte dos licenciandos e profissionais da educação envolvidos nesta experiência. Os resultados desta pesquisa sugarem alternativas para melhorar as condições previstas nos meios escolares, na recepção e orientação dos universitários, ressaltando que também eles devem ser melhor preparados para ingressar nesse campo, cabendo ao professor-supervisor preocupar-se com a instrumentalização do olhar do seu aluno para observar, investigar, analisar e intervir no mundo escolar. Ao mesmo tempo, apontam para a emergência de melhores níveis de relacionamento, promovidos por atividades de parceria entre a Universidade e as unidades de ensino fundamental e médio, pela necessária aproximação entre estas duas instâncias de formação e desenvolvimento humano. Propõe, este trabalho, a re-significação das condições em que se dá a formação básica do professor, no sentido de ampliar e assegurar o universo da observação
Palavras-chave: Prática de ensino
Formação reflexiva de professores
Training
Reflexive practitioner
Development in service
Professores x Formacao profissional
Formação em serviço
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Psicologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Castro, Maria Aparecida Campos Diniz de. Abrindo espaços no cotidiano escolar para o estágio supervisionado: uma questão do "olhar" e da relação na formação inicial e em serviço. 2000. 193 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2000.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16416
Data do documento: 30-Nov-2000
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Aparecida Campos Diniz de Castro.pdf
  Restricted Access
12,5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.