REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/14450
Tipo: Tese
Título: Os manuais de correspondências comerciais (1950-2000): uma interpretação à luz da historiografia linguística
Autor(es): Zanon, Marilena
Primeiro Orientador: Bastos, Neusa Barbosa
Resumo: Este trabalho nasceu de inquietações profissionais, no que tange à linguagem rebuscada e artificial, utilizada nas comunicações escritas, das empresas, principalmente, naquelas onde trabalhei. Buscava sempre a resposta para o meu questionamento, em situações normais de trabalho e, até mesmo, em situações conflitantes em que a correspondência apresentava tratamento exageradamente cortês e artificial. Com o objetivo de circunscrever essa linguagem, analisamos esses aspectos em Manuais de Cartas Comerciais produzidos no Brasil - no eixo Rio-São Paulo - no período de 1950 a 2000 (um de cada década). Por seu ineditismo, consideramos apropriado o tema escolhido, Estudo dos Manuais de Correspondências Comercias (1950-2000): Uma interpretação à luz da Historiografia Lingüística, para a finalidade desta pesquisa, no nível de doutoramento. Tivemos como ponto de partida, o objetivo geral: verificar em que medida os Manuais de Correspondências Comerciais influenciaram os profissionais e contribuíram para a elaboração de textos específicos, no âmbito empresarial, no período compreendido entre 1950-2000. Tivemos como objetivos específicos: a) descrever o momento político, social, econômico e ideológico, do período recortado; b) reler e reconstruir os fatos, sob o ponto de vista do historiógrafo, a partir da análise das fontes primárias, objetivando estudo interpretativo, crítico e analítico dos Manuais de Correspondências Comerciais; c) analisar em que medida essas alterações influenciaram o processo de comunicação escrita, principalmente, no âmbito empresarial, considerando-se as dimensões lingüísticas interna e externa da pesquisa; d) fazer as aproximações necessárias entre os dados colhidos e o modo como são utilizados hoje, objetivando verificar até que ponto, a Gramática Normativa serviu de parâmetro para a sociedade na elaboração e implementação de Manuais de Correspondências Comerciais. Para que nossos objetivos fossem alcançados, analisamos os documentos selecionados com base em categorias estabelecidas a partir da leitura cuidadosa das fontes primárias, com a finalidade de contribuir, não só para a comunidade acadêmica, como para os profissionais de secretariado. As categorias foram: 1) apresentação da organização das obras do corpus e reflexões sobre as dimensões lingüísticas; 2) estabelecimento de política de manutenção e preservação dos modelos antigos de correspondências comerciais; 3) procedimento medodológico dos autores das obras analisadas. A análise levou-nos à constatação de que os Manuais de Correspondências Comerciais: 1) organizavam-se, no período estudado, da mesma maneira: a) até meados da década de setenta, o índice era colocado no final da obra; b) somente a obra mais recente (1998) apresenta seu material textual ou iconográfico em ordem alfabética; c) em todas as obras analisadas, nota-se a falta de bibliografia e de citações a respeito de autoridades no assunto, com exceção de uma única, de 1959, que menciona o nome do gramático Carlos Eduardo Pereira; 2) cumpriam a política de manutenção e preservação dos modelos antigos de correspondências comerciais, uma vez que em todas elas se mantinha a mesma estrutura; 3) tinham como parâmetro, no que se refere à intenção, a gramática normativa da Língua Portuguesa, no que tange ao uso da língua exemplar, portanto, carente de dinamismo, uma vez que, todas as obras analisadas apresentaram idênticas estruturas sem apoio em qualquer teoria específica definida. Concluímos que os Manuais analisados, reproduziram a norma-padrão da Língua Portuguesa, foram muito úteis a inúmeros profissionais dos mais diferentes segmentos da sociedade, apesar da ausência de procedimentos metodológicos e explicações consistentes sobre a apresentação do modelo, bem como de bibliografia que desse fundamentação e transparência à obra
Abstract: This work originated in my professional worries concerning the highly polished and artificial language utilized in the written communication of the corporations, mainly, in those I have worked for. I was always in search of an answer for my questioning in normal working and conflicting situations, in which the correspondence presented an exaggerated, courteous and artificial treatment. Aiming at circumscribing such language we have analyzed these aspects in Manuals of Commercial Letters produced in Brazil in the São Paulo/Rio de Janeiro regions in 1950 through 2000 period (one of each decade). We considered the elected theme Study of Manuals of Commercial Correspondences (1950-2000): An interpretation in light of the Linguistic Historiography appropriate for the purpose of this research at doctorate degree, in view of its originality. We have elected the general objective, as our starting point: to verify up to what extent the Manuals of Commercial Correspondences have influenced the professionals and contributed for the elaboration of specific texts within the corporate context, in the period of 1950-2000. We have established the following as our specific objectives: a) to describe the political, social, economic, and ideological moment, of the outlined period; b) to reread and reconstruct the facts under the historiographer point of view, as of the analysis of the primary sources, aiming at an interpretative, critical, and analytical study of the Manuals of Commercial Correspondences; c) to analyze up to what extent these alterations have influenced the written communication process, mainly in the corporate sphere, taking into consideration the internal and external linguistic dimensions of the research; d) provide the necessary approximations between the collected data and the way they are utilized today, with the purpose of verifying up to what extent the Normative Grammar served as the parameter for the society in the elaboration and implementation of the Manuals of Commercial Correspondences. To make sure our objectives would be achieved, we have analyzed the documentation selected on the basis of the established categories, beginning with the accurate reading of the primary sources, with the purpose of contributing not only with the academic community, but also with the professionals of secretariat. The following were the analytical categories we adopted: 1) introduction of the organization of the works of the corpus and reflections about the linguistic dimensions; 2) establishment of a policy for the maintenance and preservation of ancient models of commercial correspondences; 3) methodological procedure of the authors of the analyzed works. The analysis took us to the ascertainment that the Manuals of Commercial Correspondences: 1) were organized in a same manner, in the studied period: a) until mid seventies, the index was positioned at the end part of the work; b) only the most recent work (1998) presents its material textual or iconographical in alphabetical order; c) in all analyzed works we have observed the lack of bibliography and citations about experts in the subject, except in just one of them, dated 1959, that mentions the name of the grammarian Carlos Eduardo Pereira; 2) complied with the policy of maintenance and preservation of the ancient models of commercial correspondences, as for all of them, the same structure was maintained; 3) where the intention was concerned, the parameter was the normative grammar of the Portuguese Language, considering the exemplar use of the idiom, thus, lacking of energy, as all analyzed works presented identical structures without the support of any specific defined theory. We have concluded that the analyzed Manuals reproduced the standard-norm of the Portuguese Language, were quite useful for a countless number of professionals belonging to the most different segments of the society, in spite of the lack of methodological procedures and consistent explanations about the introduction of the model, as well as of the bibliography to provide support and transparency to the works
Palavras-chave: Linguagem rebuscada e artificial
Highly polished and artificial language
Linguistica -- Historiografia
Redacao comercial -- Manuais, guias, etc
Comunicacao nas organizacoes
Lingua portuguesa -- Portugues escrito
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Língua Portuguesa
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Citação: Zanon, Marilena. Os manuais de correspondências comerciais (1950-2000): uma interpretação à luz da historiografia linguística. 2007. 195 f. Tese (Doutorado em Língua Portuguesa) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14450
Data do documento: 22-Mai-2007
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marilena Zanon.pdf527,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.