REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/13939
Tipo: Tese
Título: O falante entre cenas: descaminhos da comunicação na deficiência mental
Autor(es): Carnevale, Luciana
Primeiro Orientador: Lier-DeVitto, Maria Francisca
Resumo: Nesta tese, está em foco uma ocorrência particular de perturbação do sentido e do diálogo decorrente de uma fala que frustra a expectativa do outro. As primeiras questões surgiram logo no início de minha atividade docente, em 2001, durante a supervisão do atendimento fonoaudiológico de um rapaz de 22 anos, Mário, que vinha com diagnóstico de Síndrome de Down. Sua fala, não raro, abalava o efeito de comunicação ao desviar-se do sentido esperado, ainda que ilusório, no diálogo ou numa narrativa. Nessa perspectiva, dificuldades em manter uma conversa ou impossibilidade de dar sentido à sua fala foram as queixas que motivaram a família a procurar a clínica fonoaudiológica. No âmbito da literatura médica e das publicações na área das Patologias da Linguagem voltada à Síndrome de Down, referências à perturbação do sentido e do diálogo conforme explicitada acima, são inexistentes. Fica-se ao desabrigo de um assentamento teórico para lidar com esses casos. Problemas que interferem na inteligibilidade de fala , como se diz, são atribuídos, basicamente, a fatores orgânicos estruturais e perceptuais. Ainda, comprometimentos na expressão e na compreensão da linguagem são entendidos como resultantes de déficits nos mecanismos cognitivos supostamente responsáveis pela aquisição da linguagem. Correm, por aí os ditos distúrbios da comunicação. A meta na clínica fonoaudiológica é restaurar a comunicação. Busca-se implementar as ditas técnicas interacionais dirigidas à supressão/minimização de déficits cognitivos e à (re)adequação da comunicação. Entretanto, há mais a considerar do que a interação dual e o contexto situacional os diálogos com Mário e os embaraços clínicos exigem recusar a ilusória transparência da linguagem, ou seja, a confiança no visível da interação e da comunicação, bem como a idéia de que o falante pode monitorar sua própria fala. Este estudo segue uma direção teórica alternativa e tem como objetivo refletir sobre a pertinência do acolhimento de casos como o de Mário na clínica fonoaudiológica. Para tanto, a teorização de Saussure que concebe a Língua em sua ordem própria (CLG) e a hipótese psicanalítica do inconsciente (fundante da subjetividade), são consideradas. O Grupo de Pesquisa Aquisição, Patologias e Clínica de Linguagem, coordenado por Maria Francisca Lier-DeVitto, no LAEL-PUCSP, também alinhado a essas teorizações, possibilitou-me, a partir das elaborações das noções de sintoma, escuta e diálogo, na Clínica de Linguagem, discutir as manifestações sintomáticas presentes na fala de Mário, bem como aproximar-me da leitura que a Psicanálise realiza da questão da debilidade. Segmentos de sessões clínicas serão apresentados no decorrer dessa discussão
Abstract: This study focuses on a specific phenomenon concerning nonsensical dialogical occurrences motivated by a kind speech production which systematically frustrates the interlocutor s expectations. The questions I have been able to raise were triggered in 2001, when I first supervised the speech therapy processes of a 22 year-old-man with a clinical diagnosis of Down Syndrome. His utterances were frequently disturbing because they deviated from an unexpected narrative or dialogical argumentative direction. One can understand why the families complaints about these subject-speakers not seldom make mention to their difficulties in sustaining conversation or failure in conveying/attributing meaning to utterances and these complaints underlie the reason why they are advised to search for speech therapy. When medical and speech therapy literature on Down Syndrome are visited, one is surprised to attest the scarce theoretical discussion related to language problems, though it is a fact that communicative difficulties are widely recognized, though always reduced either to organic-ethiological factors (perceptual-cognitive ones) or to cognitive processing problems - out of question is the relationship speaker-speech-language. Pragmatics is often called upon to explain communicative disorders although, paradoxically, the violations at stake in dialogues with those patients cannot be assimilated to the ones dealt with in that field of linguistic studies. The Speech-Therapy area is widely known as having the clinical aim of (re)establishing communication. Thus, interaction techniques are devised to abolish or diminish cognitive deficits and, above all, communicative disorders. This study endeavors to develop the argument that there is an alternative fruitfull theoretical trend to approach and explore the clinical phenomenon of the so-called communicative disorder caused by meaning disturbance. The alternative trend put forward here is theoretically committed with the saussurean proposal concerning language as an autonomous order and, taking into account logical-epistemological and clinical-empirical reasons, also with the psychoanalytic hypothesis of the unconscious, concerning subjectivety. So, either interaction/dialogue commonly accepted as a observable relationship between two speakers or the transparency of the situational context is refused in this thesis. The CNPq Research Group, Aquisição, Patologias e Clínica de Linguagem, supervised by Maria Francisca Lier-DeVitto, at LAEL-DERDIC/PUCSP, provided this study with consistent epistemological position to approach both the linguistic and the psychoanalytic literature implied in this study
Palavras-chave: Deficiência mental
Clínica de linguagem
Mental retardation
Language therapy
Language and Down syndrome
Speech pathology and therapy
Aquisicao de linguagem
Sindrome de Down
Fonoaudiologia
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Lingüística
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Carnevale, Luciana. O falante entre cenas: descaminhos da comunicação na deficiência mental. 2008. 131 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13939
Data do documento: 22-Fev-2008
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luciana Carnevale.pdf
  Restricted Access
512,15 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.