REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/13739
Tipo: Tese
Título: A fala-em-interação e o desacordo sob a perspectiva da linguística sistêmico-funcional
Autor(es): Parise, Silmara Souza
Primeiro Orientador: Ikeda, Sumiko Nishitani
Resumo: O objetivo desta pesquisa é o exame do desacordo em um diálogo informal entre um homem e uma mulher para verificar as escolhas léxico-gramaticais que marcam a ocorrência de desacordos, bem como as circunstâncias que cercam essas ocorrências. O estudo do ato de discordar na conversa diária tem sido associado de um lado ao trabalho de Análise da Conversa, com base na noção de preferência, e, de outro lado, ao conceito de face no modelo de polidez. Há notáveis pontos de convergência na definição de preferência e de polidez. Mais especificamente, ambas veem o desacordo como socialmente disruptivo, sendo assim, considerado como segunda parte despreferida ou atos-ameaçadores-de-face. Ambas as abordagens enfatizam o fato de que os desacordos devem ser mitigados ou adiados: entre, dentro e através de turnos. Assim, os desacordos conversacionais tendem a ser temporariamente postergados e estruturalmente complexos e, em geral, prefaciados por acordos parciais, hesitações, pedidos de esclarecimento, repetição da pergunta, entre outros. Na realidade, o grau e o tipo de estratégia usados para mitigar as ameaças-de-face ou os atos despreferidos não podem ser postulados a priori, mas precisam ser apoiados em análises de dados empíricos, sensíveis ao contexto tanto situacional quanto cultural - do evento da fala em que o ato ocorre. A análise de cunho crítico tem o apoio da Linguística Sistêmico-Funcional, que permite fazer a relação entre a microestrutura das escolhas léxico-gramaticais com a macroestrutura do desacordo e suas implicações. Seguindo tendência dessa área de pesquisa, adoto uma base teórica eclética, extraindo as intravisões de diferentes abordagens, mas com referência especial para a Análise da Conversa, a Linguística Sistêmico-Funcional e a Linguística Crítica. A pesquisa deve responder às seguintes perguntas: (a) Como se caracteriza linguisticamente o desacordo ou a sua mitigação? (b) Que papéis exercem, nesse processo, a causalidade, a concessividade e a adversatividade? (c) Qual é a função da Avaliatividade e da Modalidade em relação a essas questões?
Abstract: The objective of this research is the examination of disagreement in an informal casual talk-in-interaction between a man and a woman to verify the lexicogrammatical choices that highlight the occurrence of disagreements, and the circumstances surrounding these events. The study of the act of disagreeing in daily conversation has been associated to both, Conversation Analysis studies, based on the notion of preference, and to the concept of model of Politeness. There are notable points of convergence in the preference setting and politeness. More specifically, both see disagreement as socially disruptive and, thus, considered as the second dispreferred part or face-threatening-acts. Both approaches emphasize the fact that disagreements should be mitigated or postponed: between, within and across speech turns. Thus, conversational disagreements tend to be temporarily postponed and structurally complex and generally preceded by partial agreements, hesitations, requests for clarification, repetitions of the question, among others. In fact, the degree and the type of strategy used to mitigate face-threatening-acts or dispreferred acts cannot be postulated a priori, but must be supported by empirical data analysis, which are situationally and contextually sensitive of the event of speech in which the act occurs. The critical nature of the analysis carried out is supported by the Systemic Functional Linguistics, which allows the relationship between the microstructure of lexicogrammatical choices with the macrostructure of disagreement and their implications. Following the trend of this research area trend, I adopt an eclectic theoretical base, extracting insights of different approaches, but with special focus on Conversation Analysis, Systemic Functional Linguistics and Critical Linguistics. This research aims to answer the following questions: (a) How are disagreement and mitigation characterized linguistically? (b) Which roles do causality, concession and adversativity perform in this process? (c) What is the function of Appraisal and Modality in relation to these issues?
Palavras-chave: Análise da conversa
Desacordo
Causa
Concessão
Linguística sistêmico-funcional
Avaliatividade
Conversation analysis
Disagreement
Cause
Concession
Systemic functional linguistics
Appraisal
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Lingüística
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Parise, Silmara Souza. A fala-em-interação e o desacordo sob a perspectiva da linguística sistêmico-funcional. 2015. 151 f. Tese (Doutorado em Lingüística) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13739
Data do documento: 25-Jun-2015
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Silmara Souza Parise.pdf1,5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.