REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/12799
Tipo: Tese
Título: Wherefore art thou, Jânio?: percepções de Time Magazine sobre o governo Jânio Quadros 1958-1961
Autor(es): Alves, Eduardo Silva
Primeiro Orientador: Tota, Antonio Pedro
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo analisar uma das mais importantes revistas do século XX: a Time Magazine. As investigações estão concentradas no discurso das reportagens que realçavam a preocupação da revista com a ameaça comunista que pairava sobre o Brasil entre os anos de 1958 e 1961, período que abrange a ascensão e a saída do poder do ex-presidente Jânio Quadros. Defendemos que o ideário da revista, mundialmente conhecido como Século Americano - criado pelo seu proprietário Henry Luce - estava sendo confrontado na América Latina, em particular no Brasil, pelo avanço do comunismo e das manifestações antiamericanas promovidas naquele contexto. Desse modo, a Time Magazine, por meio de suas reportagens sobre o Brasil durante a gestão de Jânio Quadros, apresentava um discurso analítico a respeito de nossa cultura, política e economia como arriscados aos interesses norte-americanos. Esses riscos foram relacionados pela revista Time à conturbada administração de Jânio Quadros, segundo a revista: um excêntrico. O título desta tese Wherefore Art Thou, Jânio?, (Por que tu, Jânio?), inspirado em uma de suas reportagens, ilustra a investigação que a revista Time promoveu em torno da personalidade de Jânio Quadros. Inúmeros adjetivos, em sua maioria pejorativos, foram sendo-lhe atribuídos a cada ofensiva que ele realizava contra a presença e a intervenção norteamericana na America Latina
Abstract: Our research aims to analyze one of the most important magazines of the twentieth century: Time Magazine. The investigations focus on the discourse of reports that emphasized the worry and discomfort of the magazine with the communist threat that hung over Brazil between the years 1958 and 1961, a moment that covers the path of the rise and output power of former President Quadros. We argue that the ideology of the magazine, known worldwide as the "American Century" - created by its owner Henry Luce - was being confronted in Latin America, particularly in Brazil, by the advance of communism and anti-American demonstrations promoted that context. Thus, Time Magazine, through their reporting on Brazil during the administration of Quadros, presented an analytical discourse about our culture, politics and economy as "risky" to U.S. interests. Such risks were related to Time Magazine troubled administration Quadros, according TIME: an eccentric. The title of this thesis "Wherefore Art Thou, Jânio?" (Why thou Jânio?), Inspired by one of his reports, research illustrates that the TIME Magazine 'organized around the personality of Quadros. Several terms, mostly pejorative, were being attributed to each offense he performed against the presence and U.S. intervention in Latin America
Palavras-chave: Jânio Quadros
Time Magazine
Século americano
American century
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: História
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Alves, Eduardo Silva. Wherefore art thou, Jânio?: percepções de Time Magazine sobre o governo Jânio Quadros 1958-1961. 2013. 242 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12799
Data do documento: 19-Jul-2013
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Eduardo Silva Alves.pdf8,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.